Dicas

Por que devo me preocupar com o controle de estoque da minha empresa?

Controle de estoque - Colaborador opera veículo para organizar estoque de pneus
Escrito por Eficiência Fiscal

Você sabe como funciona o controle de estoque e entende a importância dele para o seu negócio?

O estoque é o lugar físico destinado ao armazenamento de produtos que serão vendidos, posteriormente.

Entretanto, não se trata apenas de guardar os produtos sem qualquer critério ou estratégia de controle.

Você irá descobrir neste artigo que a gestão de estoques é uma grande aliada das empresas que desejam crescer de forma sólida no mercado.

Continue a leitura deste texto para entender como gerenciar de forma sustentável o seu estoque e quais os benefícios que essas ações podem trazer para o seu negócio.

O que é o controle de estoque?

O controle de estoque compreende ações voltadas à gestão do fluxo das mercadorias (entradas e saídas).

Nesse sentido, através do controle de estoque são registradas as informações de movimentação desses itens bem como uma série de características dos produtos.

Ao realizar esse controle é possível, por exemplo, saber a quantidade exata de cada item, o que facilitará o trabalho do setor de compras da empresa. 

Um outro ponto relevante sobre o controle de estoque é que ele viabiliza uma melhor organização das mercadorias.

Assim, é possível guardar os produtos observando critérios específicos como tamanho, peso, cor e formato.

Normalmente o controle de estoques é executado por empresas que vendem produtos, seja de fabricação própria ou revenda, contribuindo na lucratividade do negócio.

Entretanto, essa é uma tarefa tratada com um certo descaso em muitas empresas e a razão disso é atribuída à falta de conhecimento sobre como realizá-la efetivamente.

O ponto é que controlar o estoque é essencial para que o negócio possa se sustentar a longo prazo, ao passo em que garante a eficiência nos processos e promove a redução de custos.

Dessa forma, ao realizar a gestão dos estoques, é possível atender as demandas do mercado de forma a evitar a falta ou excessos de mercadorias compradas.

Dicas para realizar o controle de estoque

Até aqui você entendeu a importância de realizar o controle do estoque e como isso contribui para reduzir custos e agilizar diversas atividades no seu negócio.

Mas, como implantar efetivamente a gestão de estoques?

Separamos algumas dicas para te ajudar a introduzir esse processo na sua empresa, ou mesmo aperfeiçoá-lo.

Faça um levantamento das mercadorias no seu estoque

Primeiramente é importante criar um inventário de todos os produtos estocados relacionando a quantidade e características de cada um deles.

Além de realizar esse registro, é fundamental que este documento seja revisado constantemente. 

Ou seja, é preciso que haja um controle rigoroso de tudo o que entra e sai da empresa, por isso certifique-se de registrar tudo, inclusive as datas de movimentação dos produtos.

Priorize o equilíbrio

É importante ter em mente que em se tratando de estoques sempre deve-se trabalhar com uma margem aceitável para perdas. 

Analise com cuidado e estabeleça uma previsão para a quantidade limite de perdas por período.

Em seguida, procure manter o equilíbrio sobre a quantidade de produtos estocados, para que não haja sobra de mercadorias ou falta.

Mantenha a oxigenação do seu estoque

Se você já tem experiência no comércio ou está começando agora, atenção, pois essa é uma dica muito importante.

Algumas mercadorias possuem uma demanda menor comparado à outras, principalmente em períodos sazonais.

Dessa forma, é preciso buscar estratégias para dar vazão a esses produtos para que eles não fiquem parados no estoque gerando custos e ocupando espaços que poderiam ser melhor utilizados no armazenamento de mercadorias com maior saída.

Assim, a empresa consegue dar prioridade aos produtos que dão um retorno maior além de manter seu estoque oxigenado.

Quais as vantagens em realizar o controle de estoque?

Realizar o controle de estoque, embora seja uma tarefa trabalhosa, pode trazer uma série de benefícios para o seu negócio. 

Veja algumas das principais vantagens em manter os estoques sob controle.

Organização e otimização do espaço

Um dos primeiros fatores observados em relação aos benefícios da gestão de estoques refere-se a melhor utilização do espaço físico onde as mercadorias são guardadas.

Além disso, como consequência da organização do estoque, fica bem mais fácil encontrar os produtos. No fim, isso contribui para tornar o trabalho da equipe mais produtivo e até mesmo agilizar o processo de vendas.

Integração com os setores de compras e vendas

A gestão de estoque também influencia positivamente os setores de compras e vendas.

Observe que quando se tem um controle rigoroso das entradas e saídas de mercadorias do estoque, é mais fácil identificar quais produtos precisam ser repostos para que não falte.

Paralelo a isso, controlar o estoque também beneficia o setor de vendas. 

Veja que há uma relação entre ambos os departamentos. 

Se por um lado o setor de compras consegue se antecipar e repor de forma pontual as mercadorias em falta, o departamento de vendas tem os insumos necessários para mapear o comportamento de compra dos clientes e, com base nisso, elaborar estratégias comerciais mais assertivas.

Nesse sentido, através da gestão e controle de estoque é possível identificar os períodos do ano em que determinados produtos são mais procurados. 

Por outro lado, também é mais fácil detectar os produtos com pouca demanda. Isso viabiliza à equipe de vendas implementar diversas ações comerciais com o objetivo de escoar esses itens.

Preservação da saúde financeira do seu negócio

Uma outra vantagem do controle de estoque está relacionada à manutenção da saúde financeira da empresa.

Perceba que ao manter o equilíbrio entre a compra e venda das mercadorias, que de fato estão sendo procuradas pelo público, o setor financeiro da empresa também é beneficiado. 

Por sua vez, tais benefícios não se restringem apenas à compra de itens com melhor saída no mercado, mas incluem também a economia de dinheiro, que até então seria destinado à produtos que ficariam parados no estoque (gerando uma série de outros custos para a empresa), que posteriormente podem ser investidos em mercadorias com maior saída ou em outras áreas do negócio.

Estamos chegando ao fim de mais um conteúdo aqui do Blog Eficiência Fiscal

Esperamos que esse post tenha lhe ajudado a entender melhor a importância de realizar a gestão do estoque e te dado ao menos um norte sobre por onde começar a implantar essa estratégia hoje mesmo no seu negócio.

Quer receber as atualizações de conteúdo aqui do Blog? Inscreva-se na nossa newsletter através do formulário ao lado.  

Sobre o autor

Eficiência Fiscal

Através de uma substancial base de regras fiscais, experiência de mais de 20 anos na área e uma tecnologia em inteligência artificial, nós buscamos resolver o problema da falta de conhecimento qualificado para lidar com toda essa complexidade da nossa legislação tributária, que muitas vezes é potencializada pelo elevado volume de itens em transações com incidências tributárias, seja em operações de compra ou de venda. O Eficiência Fiscal promove a organização, segurança jurídica e economia fiscal das mais de 1.700 empresas que confiam neste trabalho. Fazem parte desse grupo, empresas de contabilidade, empresas varejistas, atacadistas e indústrias, com contabilidade interna ou externa, sejam elas do regime tributário federal Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Deixar comentário.