Gestão

Política de crédito: O que é? Quais são os tipos? Como criar uma para a sua empresa?

Política de crédito O que é Quais são os tipos Como criar uma para a sua empresa - Ilustração de uma máquina de cartão com um cartão de crédito ao lado sobre um fundo azul
Escrito por Eficiência Fiscal

Empresas de qualquer tamanho ou segmento, que vendem, revendem produtos ou prestam serviços, precisam adotar uma política de crédito consistente para se proteger contra a inadimplência.

Se você não sabe exatamente o que é e como criar uma política de crédito para o seu negócio, não se preocupe.

O objetivo do conteúdo de hoje é ajudar você a entender de forma mais profunda:

  • O que é uma política de crédito;
  • Qual é a importância de uma política de crédito;
  • Quais fatores levam em consideração ao criar uma política de crédito;
  • Quais são os tipos mais comuns de políticas de crédito no Brasil;

Aproveite a leitura. 

Conceito de política de crédito

A política de crédito consiste em um conjunto de regras instituídas pela empresa para direcionar a concessão ou recusa de financiamento (parcelamentos) ou empréstimos de recursos. 

Através dela é possível equilibrar a pretensão de lucro do negócio com as necessidades dos clientes.

Cada empresa tem as suas particularidades, por isso é ideal que os gestores façam um estudo minucioso de uma série de fatores para que assim tenham condições de estruturar uma política de crédito eficiente para o negócio.

Qual é a importância da política de crédito?

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revela que 69,7% das famílias brasileiras estão endividadas.

Conhecer esse dado é essencial para compreender a importância da política de crédito para as empresas.

É evidente que é impossível zerar o índice de inadimplência, afinal existem fatores que fogem do controle do empreendedor mas que podem afetar direta ou indiretamente a saúde financeira do negócio.

A pandemia da COVID-19, que assolou o planeta entre 2020 e 2021 e matou mais de 5 milhões de pessoas, é um exemplo disso.

O ponto é que a política de crédito protege a saúde financeira da empresa. Por meio dela, é possível:

  • Diminuir o índice de inadimplência;
  • Minimizar perdas financeiras;
  • Tomar decisões mais assertivas na gestão do negócio;
  • Definir estratégias eficientes para lidar com situações adversas;
  • Melhorar a imagem e credibilidade da empresa no mercado.

Fatores relevantes para a criação de uma política de crédito eficiente

A criação de uma política de crédito requer um estudo aprofundado de uma série de fatores externos e internos.

Veja, a seguir:

Fatores internos

  1. Cadastro Positivo do cliente;
  2. Estratégias para atrair novos clientes;
  3. Controle das contas da empresa;
  4. Condições de parcelamento e financiamento;
  5. Taxas de juros;
  6. Critérios para suspensão do crédito;
  7. Gestão e contenção de riscos;

Fatores externos

  • Motivo para pedido de concessão de crédito;
  • O perfil do cliente;
  • Renda do cliente;
  • Capacidade de retorno do investimento.

Esses dados vão te ajudar a estabelecer os critérios essenciais e que sempre deverão ser considerados ao conceder crédito.

5 C’s do setor de crédito

Este último fator contempla, de modo geral, o que foi mencionado acima sob a ótica especializada do setor de crédito:

  1. Caráter: o quanto o cliente está propenso a honrar o acordo estabelecido;
  2. Capacidade: as condições que ele tem para realizar o pagamento;
  3. Capital: a situação financeira em que ele se encontra;
  4. Condições: variáveis (externas ou internas) do momento em que o crédito é concedido;
  5. Colateral: garantias que ele oferece para pagar o crédito obtido.

Analisar essas questões vai te ajudar a avaliar se:

  • A empresa tem um capital de giro suficiente para assumir o risco ao conceder crédito;
  • A equipe está capacitada para realizar cobranças;
  • Se há margem para negociar com clientes inadimplentes. 

4 principais tipos de políticas de crédito

Como você viu até aqui, ter uma boa política de crédito é essencial para garantir o controle financeiro da empresa.

Se você não sabe por onde começar, confira 5 modelos de política de crédito pré-definidas e analise o que faz mais sentido para o seu negócio:

Crédito liberal e cobranças rigorosas  

Nesse modelo, qualquer pessoa pode se tornar cliente da empresa, pois o controle da concessão de crédito é liberal.

Por outro lado, nesse tipo de política o processo de cobrança é mais incisivo.

Vantagem: As chances de lucro aumentam, pois mais pessoas têm a possibilidade de comprar o seu produto/serviço e pode acontecer de clientes negativados no SERASA comprar e pagar pelos produtos;

Desvantagem: É preciso investir mais em pessoas para realizar as cobranças.

Crédito rigoroso e cobranças liberais

Aqui acontece o oposto do modelo anterior, então a análise para concessão ou negação de crédito é mais minuciosa.

Consequentemente, só clientes com bom histórico e reputação conseguem ter acesso ao crédito.

Vantagem: Não é necessário ter políticas de cobrança tão rigorosas.

Desvantagem: É preciso conhecer profundamente o público e seus hábitos de consumo.

Vale lembrar que é preciso verificar se dentro do segmento em que a sua empresa está, adotar uma política como essa não se tornará uma desvantagem competitiva.

Crédito rigoroso e cobranças rigorosas 

Esse tipo de política é bastante comum em negócios com uma reputação impecável, que vendem imóveis e veículos de luxo, por exemplo.

Nessa modalidade, a empresa seleciona os clientes para quem vai vender e se eles não pagarem, o time de cobrança entra em cena.

Vantagem: Índice de inadimplência praticamente zero.

Desvantagem: Volumes de vendas menores. 

Crédito liberal e cobranças liberais

Esse é o tipo de política de crédito mais utilizada no varejo, onde são vendidos produtos com preços mais acessíveis.

Vantagem: Possibilidade de aumentar o volume de vendas.

Desvantagem: Atenção extra aos meios de pagamento, pois podem representar perda ou diminuição dos lucros. 

Embora sejam os principais modelos, você pode utilizar essas 4 políticas de crédito como base para criar a política ideal para o seu negócio.

Esse conteúdo te ajudou de alguma forma?

Então se inscreva gratuitamente na Newsletter do Blog Eficiência Fiscal e fique por dentro dos assuntos mais atuais e relevantes para a gestão de empresas. 

Basta preencher o seu nome e email no formulário ao lado para receber atualizações mensais dos melhores conteúdos aqui do Blog.

Sobre o autor

Eficiência Fiscal

Através de uma substancial base de regras fiscais, experiência de mais de 20 anos na área e uma tecnologia em inteligência artificial, nós buscamos resolver o problema da falta de conhecimento qualificado para lidar com toda essa complexidade da nossa legislação tributária, que muitas vezes é potencializada pelo elevado volume de itens em transações com incidências tributárias, seja em operações de compra ou de venda. O Eficiência Fiscal promove a organização, segurança jurídica e economia fiscal das mais de 1.700 empresas que confiam neste trabalho. Fazem parte desse grupo, empresas de contabilidade, empresas varejistas, atacadistas e indústrias, com contabilidade interna ou externa, sejam elas do regime tributário federal Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Deixar comentário.